eu caminho sozinho por entre a multidão

entre pessoas que vem e pessoas que vão

há muitas vozes repercutindo na abóbada celeste

mas apenas uma faria a diferença no agreste

 

“Tudo em nossa vida deveria demonstrar

uma firme confiança nas ilimitadas

 possibilidades que estão diante de nós.

Nosso potencial é a eternidade.”

 

Paul G. Smith   in - O sábio uso da vida

 

para atravessar o inverno ...

neste morro de ventos uivantes....

O Brasi de hoje pede a leitura de  Charles Bukowski e Gullar. 

Recomendo enfaticamente. 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Charles_Bukowski

eu sonhava com u´a pátria dos cânticos dos patriarcas 

....mas eis que foi tomada pela turma da fuzarca....

 

Convite

14.03. Festival de Poesia Sacra.

BNH. 17h.  Venha e traga amigos.

 

Dia 31.01.15

Teremos o primeiro sarau do ano. 

Todos os interessados me escrevam. 

Será um momento especial para a Lira.  

 

se o romance é.....

 

se a paz é promovida pelo greenpeace;

se eu me esqueci do presente da nice...

se a guerra é fria como a vingança;

se não tenho dinheiro para a fiança.

 

Se ninguém curtiu meu post

se aqui não é lugar de glasnost

Se o coquetel é Molotov

se o romance é de Nobokov

 

agora estamos todos quites

porque em Pasárgada

não existe bananas-dinamite

 

Então seja bem-vindo

na cama com procustes

e continue sorrindo. 

 

 

Diferença/distopia

Primeiro diziam que eram comunistas,

Mas eu não liguei

Porque defendiam trabalhadores.

 

Em seguida uniram os operários,

Mas a mim pareceu comunhão

Porque eu sou operário.

 

Depois formaram um partido,

Coisa que, como democrata aprovei.

Porque o Brasil precisava.

 

Logo a seguir chegou a vez...

Tomaram a mídia e as igrejas.

Mas como as igrejas são o ópio e

A mídia são máquinas de alienação

também não liguei.

 

Agora reformaram a igualdade;

Renomearam a fraternidade....

Agora levaram minha liberdade


...do camburão... eu percebo....

....Já era tarde.

esta noite ergo a taça que celebra a amizade

...como u´a viagem narrada por Sherazade.  

entao eu queria escrever-te um verso

entao em minha vila a noite já ia alta

pela janela avisto um ponto do universo

A lua a iluminar a cruz-de-malta

 

 

Ganhei de novo visitas noturnas da insônia

quem sabe, receberei um dia alguma Sônia

astrônomos apregoam a vinda de novos cometas

astrólogos anúnciam a vinda de Tiêtas

 

caminho sob as penas de Prometeu

escorre uma elegia sob os acordes de Orfeu

meus sonhos de ontem e de hoje se misturam agora

meu pensamento repousa numa praia de bora-bora

 

Nas revista em quadrinhos outro dia, outra noite

crianças crescem entre a realidade e a fantasia

Planos do longa-metragem outra igreja, outra boite

 

Ao manusear as folhas do diário milenar do poeta

desvenda-se, evola-se a quintessência da poesia 

Projetada pela primeira vez no plano de meta

 

 

 

 

 

 

 

muitas vezes quando a árvore cai;

uma clareira se abre na floresta,

ilumina todo o livro de hai-cai, 

e apaga o sol da seresta. 

já que os versos não formam o poema

deixemos evolar a fragância d´alfazema

sou como um réptil observando uma árvore florida

...aquilo lá no alto são flores ou frutos da vida?

 

 

....depois apenas uma palavra atingiu meu ouvido

....senti em meu corpo a volta do passado perdido

....Flamejante como relâmpago em meio a tormenta

Qual desabrochar d´uma rosa na paisagem cinzenta  

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Norte, JI-PARANA, 2 DE ABRIL, Homem, de 36 a 45 anos, English, Portuguese, Arte e cultura, Cinema e vídeo